Rede dos Conselhos de Medicina

NOTA: NOTA OFICIAL


Da Redação – Agência Belém de Notícias – Atualizado em 10/02/2021 14:55

 

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria de Saúde do Município (Sesma), vem a público comunicar que reuniu, ontem, com os Conselhos Regionais de Medicina (CRM), de Odontologia (CRO) e de Enfermagem (Coren) para definir critérios para distribuição de doses de vacinas, nesta etapa, entre profissionais de saúde das categorias mencionadas.

Após o encontro com os representantes dos Conselhos de classe, ficou definido que serão distribuídas trezentas (300) doses para profissionais de medicina, 300 doses para odontólogos e 300 doses para profissionais de enfermagem.

Nesta quarta-feira, 10, a Sesma continua a dialogar com profissionais da área da Fisioterapia e Terapia Ocupacional, por meio da representação do Conselho destas categorias da saúde (Crefito), e há a estimativa que cento e cinquenta (150) doses sejam distribuídas para esses profissionais.

Foi definido, consensualmente na reunião, que serão vacinados nessa etapa profissionais com ou acima de 60 anos que comprovem comorbidades.

A vacinação desses profissionais vai acontecer de forma agendada nas sedes dos próprios Conselhos e cada um terá a atribuição de selecionar os grupos de profissionais para vacinar.

O procedimento de escolha de profissionais pelos Conselhos aumenta a transparência nesses processos de vacinação, à medida em que as próprias representações sociais de cada categoria apontam suas listas de profissionais selecionados para vacinar.

A Sesma informa ainda, que essa deliberação atende ao calendário de vacinação do município, que prevê a imunização dos que estão na linha de frente do combate à Covid-19, e que a vacinação nas sedes dos Conselhos foi uma demanda dos próprios profissionais, pactuada em reunião virtual, entre os entes que compõem o Grupo de Trabalho, na presença do Ministério Público, instância mediadora.

Ficou também pactuado que à medida em que mais doses chegarem para avançar no plano de vacinação do município, as sedes dos Conselhos, negociadamente, servirão como bases para facilitar o acesso ao imunizante em pontos também descentralizados de vacinação na cidade.