Rede dos Conselhos de Medicina

O ADEUS A ANTONIO JORGE


O sorriso largo e o bom humor eram marcas registradas de Antonio Jorge Ferreira da Silva, falecido no dia 27 de abril de 2021, devido a complicações decorrentes da Covid-19. O amigo, o parceiro das fiscalizações, conselheiro sempre atuante com seus relatórios e pareceres, Antonio Jorge era um homem de força, de carisma e com uma fé inabalável no senhor Deus.

 

Nascido em 31 de março de 1943, formou-se em medicina em 1982 pela Universidade do Estado do Pará, tendo concluído, em 1987, no Hospital Ophir Loyola, a residência em Anestesiologia. Exerceu com maestria a profissão que tanto amava. Casado com a médica Damaris Siqueira da Silva, é pai de quatro filhos, sendo três deles médicos.

 

Antonio Jorge era graduado também em química industrial pela Escola Superior de Químicos do Pará, era mestre em bioquímica pela UFPA, onde também exerceu a docência nos cursos de medicina e química.

 

Em 1998, ingressou no Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará. Ao longo desses 22 anos de atividade conselhal, Antonio Jorge passou por diversos setores do órgão tendo sido 1º e 2º secretário, membro do departamento de fiscalização e presidente do CRM-PA no período de 30/09/2013 a 01/04/2016. Profissional íntegro, digno e ético, Antonio Jorge era um dos conselheiros mais atuantes e produtivos. Já internado em outubro do ano passado, preocupava-se com os cumprimentos de suas tarefas no Conselho.

 

O seu famoso “bom dia” seguido de um beijo, de um abraço ou de um simples aperto de mão, irá fazer falta para os que conviveram com ele e recebiam o carinho quase que diariamente. Antonio Jorge dedicou sua vida à medicina, à família, aos livros e à igreja, onde era pastor da CEIA. Foram longos dias internado, e do lado de fora do hospital, familiares contavam com o apoio dos amigos por meio de orações.

 

O bom humor e a simplicidade caracterizavam a sua personalidade, deixando uma marca indelével. Não teve despedida, adeus, abraços, afagos, mas tiveram lágrimas que escorrem nos rostos de quem conviveu com a simplicidade de Antonio Jorge Ferreira da Silva.

 

Onde Antonio Jorge estiver, lutará por um mundo de paz como sempre desejou e viverá eternamente em nossos corações e em nossas lembranças.